www.fedespbrasil-es.org.br www.fedespbrasil-es.org.br www.fedespbrasil-es.org.br www.fedespbrasil-es.org.br

» História da FEB

Tudo na vida tem um começo, ou seja um nascimento e a Federação Espírita do Brasil não foi diferente do que acontece na realidade. Quando uma abnegada da espiritualidade resolveu com muito esforço criar algo para proteger as crianças no Fonseca ( Fonseca, bairro no Niterói-RJ).

Junto com mais umas seis pessoas, resolveram fundar uma instituição que desse mais um pouco de carinho as crianças daquela localidade, uma instituição que funcionaria dentro do Terreiro Cabloco Tupinambá.

Foi aí que surgiu a Casa de Caridade Nossa Senhora da Glória, que deu personalidade jurídica ao terreiro. Fizeram isso com ajuda de um advogado chamado DR. Cardoso, militante e frequentador do Terreiro Cabloco Tupinambá.

Formaram os Estatutos Sociais e levaram ao Cartório do 3° Ofício para registro. Na época, o Dr. Tobias Barreto, oficial de registros das pessoas jurídicas da Comarca de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, lendo os Estatutos Sociais, relutou em registrá-lo, então lendo e relendo as leis da época, resolveu fazer o registro. Pelo qual declarou: "Tobias Barreto, Tabelião e Oficial do Registro de Títulos e Documentos das Pessoas Jurídicas do Cartório do Terceiro Ofício da Comarca de Niterói, Capital do Estado do Rio de Janeiro, por nomeação na forma da lei, CERTIFICA, que a Casa de Caridade Nossa Senhora da Glória, com sede é fórum nesta cidade, a Rua ÁLvaro Neves, 24, - Fonseca - passa ter personalidade jurídica a partir da data de treze de setembro de 1955, registrado no Livro da Pessoa Jurídicas sob o n° 274 Livro A-2 Fls. 206.

E assim, funcionou por vários anos, quando as autoriadades que se dizem competentes, passou a perseguir o Povo Espírita com prisões e outra coisa que nem precisa ser citado. Os mesmos diretores da Casa de Caridade Nossa Senhora da Glória, resolveram transformar os Estatutos da Casa de caridade em um órgão com mais poderes para combater essas farsas das autoridades da época.

Foi então que esta senhora abnegada de pré-conceitos, chamada Victória Felix Naciff, resolveu convocar os membros da casa e fundou a Federação Espírita Umbandista do Estado do Rio de Janeiro, com sede no mesmo local. Esta entidade federativa teve vida muito curta em função da abertura cultural, onde grandes projetos começaram a surgir no combate a Intolerância Religiosa.

Então em 3 de junho de 1989, surgiu a S&039;CEABRA - Sociedade Cultural de Estudos das Seitas Africanistas no Brasil, que absolveu e fez mudanças nos Estatutos Sociais para também fazer parte dos planos culturais ora abertura no Brasil, publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, no dia 27 de junho de 1989 n° 118 parte V e que a partir desta data ,ficou estabelecido nos Estatutos da Sociedade no Capítulo VII Artigo 49°. Alínea "a" o dispositivo do nome fantasia de Federação Espírita do Brasil e consequentemente, com a morte da fundadora Senhora Victória Felix Naciff, foi transferido para o Estado do Espírito Santo a sua sede nacional.

Esta mudança foi registrada no Cartório do 1° Ofício de Cariacica, sob o n° 714, nas folhas do Livro 74, em 28 de abril de 1992, onde consolidou uma gama bem grande de filiados, por força da falta de um órgão que mantivesse as Casas de Cultos bem informadas dos acontecimentos Nacionais.

Foi então que as mudanças continuaram a acontecer: em 22 de agosto de 2006, esse nome foi transformado em Federação Espírita Brasil, pois já contava com ele registrado nos estatutos da S&039;CEABRA como consta acima. Então feito esta mudança com registro no cartório do 1° Ofício e averbado sob o n° 00001453 Libro A Folha 10, então a Federação do Espírita do Brasil - FEB passou a ter personalidade jurídica em território Nacional.

Com o passar dos tempos começamos a ser reconhecidos pelos órgãos estaduais e municipais, recebemos três títulos de Utilidade Pública, Vitória-ES n° 909/93 - Cariacica-ES n° 4.502/07 n° 4.613/91 Governo do Estado do Espírito Santo n° 425 na Secretaria de Ação Social - ES.

Esta é uma pequena história de um órgão federativo que luta em prol da espiritualidade pura e sem as famosas invenções que se vê por ai.

José Levindo Sobrinho
Procurador - Geral
OBJETIVOS SOCIAIS

ENTIDADE DE CLASSE (RELIGIOSA SEM FINS LUCRATIVOS) MANTENEDORA, CONSULTIVA E FEDERATIVA CÓDIGO DE ATIVIDADE Nº 94.91-0-00. COMO ENTIDADE DE CLASSE É REGIDA PELA LEI FEDERAL Nº 10.406 DE 10 DE JANEIRO DE 2002 DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO RESPALDADA PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL ARTIGO 5º ALÍNEAS VI, VII E VIII.PASSANDO A SEDE NACIONAL PARA RUA NILO COUTINHO, Nº 6-F -SÃO JOÃO BATISTA NA CIDADE DE CARIACICA-ES CEP:29156-290, TEL/FAX: 3254-3000. END. ELETRÔNICO: www.fedespbrasil-es.org.br, E-MAIL:feb.es@hotmail.com REGISTRADA NO CATÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE PESSOAS JURÍDICAS - CARIACICA-ES SOB O Nº 00001453 LIVRO A-10. QUE A SEGUIR DENOMINAMOS DE F E B.

Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
© FEB - Federação Espírita do Brasil • Todos os direitos reservados.